• psicodesafiese

Os 7 tipos de descanso




Descansar adequadamente pode parecer simples, mas, depois que viramos adultas percebemos que não é tão automático assim. É importante entender que você tem diversas áreas em sua vida, e dedicar-se ao descanso assim como à produtividade nestas áreas faz toda a diferença para a saúde mental. ♥


E você pode até pensar “Ah, mas agora estão botando regra até pra descansar!?”, e eu provavelmente estaria contigo nessa indignação. Mas antes tenho que te contar uma breve história:


Quando eu me tornei mãe sempre me falavam “durma quando a bebê dormir!”, e eu tentava. Às vezes conseguia, mas estava sempre cansada.


Eu passei uns 3 anos descansando “errado”, ou melhor, não obtendo os descansos que eu precisava de fato.


Quando eu descobri que, ficar acordada até mais tarde pra assistir uma série que eu gosto (de vez em quando) me descansaria mais do que dormir junto com a cria, ou que estar em silêncio, longe de sons de brinquedos, choro ou televisor, por 30 minutos ajudaria a me recarregar melhor do que 6 horas de sono, minha qualidade de vida deu uma guinada! E isso eu não lia em lugar nenhum - afinal, só se falava no descanso do sono mesmo. Entende a diferença?


Então acompanhe os tipos de descanso que listamos aqui, e procure incluir um pouquinho de cada em sua semana para ver o que acontece!


Descanso Físico

A gente conhece bem e sabe o quanto ele é essencial! Mas você sabia que o descanso físico pode ser passivo ou ativo? Para esclarecer, vamos considerar que estamos falando de recarregar as energias e restaurar o nossos sistemas orgânicos, e que há atitudes que podemos ter para fazer isso.


Então, entra na categoria de Descanso Físico Passivo, o dormir e cochilar, que são atividades nas quais não fazemos esforço para realizá-las. Delícia, né?

Já na categoria Descanso Físico Ativo, estão as atividades restauradoras como massagens (que você pode fazer em si mesma ou alguém fazer em você), alongamentos, ginásticas laborais e yoga, que servem para diminuir tensões acumuladas no corpo ao longo do dia.



Descanso Mental

Sabia que a exaustão mental pode levar à quadros cronificados de estresse, burnout e dificuldades para adormecer?

Esse é um tipo de descanso importante para garantir foco, concentração e bom manejo do estresse ao longo do dia.


Férias e folgas semanais ajudam a baixar o nível de estresse, mas mais importante do que a quantidade é a qualidade, de nada adianta sair de férias e receber mensagens do trabalho a todo momento. O que também pode garantir esses descanso é programar pequenas pausas a cada duas horas ao longo do dia.



O sensorial é relativo aos sentidos, logo, quando falamos em descanso, precisamos pensar nos nossos sentidos que são mais constantemente “bombardeados” e, normalmente, são nossa audição e visão.


Luzes e sons costumam ser estressores, sem você saber. Luzes de telas e ambientes barulhentos ou constantes sons de notificação ligam alertas no seu cérebro, e não te deixam descansar.

Fechar os olhos por alguns minutos durante o dia ajuda muito.

Desligar eletrônicos e evitar ambientes muito iluminados uma hora antes de dormir também, além de desintoxicar o cérebro dos estímulos intensos, envia a mensagem de que está de noite, e o cérebro passa a produzir hormônios de relaxamento.



Descanso Criativo

Se você passa o dia resolvendo problemas ou produzindo conteúdo, esse descanso é muito importante. É o descanso de uma atividade cerebral que pode, se não for devidamente “colocada para dormir”, interferir negativamente onde ela não é necessária.


Aqui a palavra chave é contemplação. Contemplar, olhar e admirar sem julgar e sem a intenção de modificar, proporciona à mente um descanso da área responsável pelo julgamento crítico e analítico.


Para isso, você pode estar em meio à natureza, se conectar com as plantas ou animais. Você também pode escutar música, observar obras de arte ou mesmo fazer alguns minutos de meditação.



Descanso Emocional

Sabemos que precisamos descansar nosso emocional quando nos sentimos tristes, sobrecarregados emocionalmente, por vezes de tanto atender às demandas emocionais dos outros. Os profissionais do cuidado ou saúde, vão sentir essa necessidade de forma mais evidente.


Para descansar emocionalmente devemos deixar o nosso lado mais vulnerável transparecer e expressar livremente nossos sentimentos. Isso pode ser feito em terapia ou, caso não seja uma opção, com pessoas com quem você possa confiar para desabafar, rir dos problemas, etc.



Descanso Social

Como somos seres sociais, sempre interagimos com diversas pessoas, e algumas interações podem ser exaustivas e/ou desgastantes. Corremos até o risco de deixar de diferenciar os relacionamentos que agregam daqueles destrutivos.


O descanso social acontece quando você está interagindo com pessoas positivas e solidárias ou quando você separa um tempo exclusivo para você, seja minutos ou dias, o tempo necessário para se reconectar consigo.



Descanso Espiritual

Não importa se você acredita na existência de um espírito, o descanso espiritual tem a ver com o senso de pertencimento, de amor à humanidade, aceitação e propósito na sua vida. Estamos falando de perspectivas que independem de religião ou dogmas.


Para obter este descanso você pode orar, praticar algum ritual que te conecte com o que você acredita, pode meditar ou dedicar algum tempo para ajudar a sua comunidade.




Fez sentido pra você?

Então aproveite e compartilhe esse artigo com alguma amiga sua - pode fazer toda a diferença para ela também!


10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo